Nem é preciso dizer que nem você nem nenhum ser humano no planeta tem todas as respostas. Todos na Terra estão aprendendo lentamente e crescendo a cada dia. Cada pessoa adquire novos conhecimentos e informações de tempos em tempos para adicionar ao seu banco de dados natural de conhecimento em seus cérebros. Para alcançar este fim, devemos fazer perguntas .

Desde o início dos tempos e o início da compreensão do conhecimento e da civilização, fazer perguntas tem sido parte do cânone humano . Todos nós sabemos que somos capazes de fazer perguntas. Infelizmente, em algum ponto, muitos começam a sentir vergonha de fazer isso em vez de fingir saber muitas coisas.

Questionamento: 11 razões pelas quais é importante fazer perguntas

Este tipo de comportamento é totalmente contra o desenvolvimento humano natural. É também uma maneira tóxica de viver sua vida, pois você precisa da contribuição de outras pessoas para crescer e mudar para melhor. Ainda não está convencido? Aqui estão 11 razões pelas quais é importante fazer perguntas .

1. É assim que os seres humanos aprendem naturalmente

. Desde criança, você aprendia fazendo perguntas. Você aprendeu por meio de uma combinação de experiências positivas e negativas e de muita curiosidade.

É assim que os seres humanos continuam a funcionar na idade adulta. A única diferença é que você perde a falta de vergonha e medo à medida que envelhece. Com o tempo, você não terá certeza se pode fazer perguntas ou não.

As boas notícias? Perguntas são bem-vindas na maioria das vezes, então pergunte. Traga de volta aquela curiosidade infantil que você já teve. Você descobrirá que seu cérebro se adapta muito bem ao aprendizado por meio de consultoria.

2. O questionamento permite que você reflita

Não é necessário fazer perguntas aos outros. Às vezes você pode se perguntar. Isso é muito útil durante os períodos de autorreflexão. Auto-reflexão é o ato de fazer uma pausa e parar para pensar sobre as situações atuais ou passadas. Durante a autorreflexão, você normalmente:

  • Você considera seus comportamentos, passados ​​ou presentes, e determina se eles ainda são apropriados.
  • Você identifica fontes de erros ou ações negativas de sua parte.
  • Você determina quais lições aprendeu aprendeu no momento em que está refletindo.
  • Você decide como lidará melhor com situações semelhantes no futuro.

A autorreflexão é um passo muito positivo e crucial para o autoaperfeiçoamento. Se você não se questionar, nunca poderá realmente refletir dessa maneira.

Aqui estão alguns exemplos de perguntas que você poderia fazer a si mesmo durante este período de reflexão:

  1. Como eu me senti durante o tempo do incidente?
  2. Há algo que me incomodou durante a semana que você não abordou?
  3. Como reagi quando esse evento aconteceu? Foi por reflexo? Em caso afirmativo, o que o desencadeou?
  4. Como posso comunicar essa necessidade no futuro?
  5. Sinto-me realizado no meu trabalho? Sim, não, por quê?
  6. O que posso fazer para melhorar minha situação?
  7. Qual é a conclusão do erro que cometi?
  8. Como posso melhorar para o futuro?
  9. O que seria? uma maneira mais inteligente de lidar com as coisas se esse problema ocorrer novamente?

3. Ajuda você a entender o que está enfrentando

A vida está cheia de desafios que surgem em seu caminho quase que constantemente, e é provável que você os enfrente agora. Fazer perguntas nessa situação permitirá que você ignore as suposições e chegue ao cerne do problema.

Muitas vezes, você pode gastar muita energia tentando usar a inferência para descobrir o que fazer. Fazer perguntas, mesmo que você não obtenha uma resposta direta indicará claramente suas áreas de foco e fornecerá informações adicionais

4. Dê presentes à sua mente

Quando você faz perguntas, está dando ao seu cérebro muitos benefícios que pode usar mais tarde. Aqui estão algumas coisas que são "presenteadas" a você simplesmente fazendo perguntas:

Sabedoria

Questionando as coisas ao seu redor torna seu cérebro mais flexível, permitindo uma melhor percepção, mais tolerância e compreensão, e uma maior capacidade de ser imparcial em sua vida

Flexibilidade

Quando você faz perguntas, novos sinais e padrões são formados no cérebro, que vêm e vão. Quanto mais padrões o cérebro cria neste processo, mais provável é que ele se torne flexível. Nesse contexto, ser flexível significa acessar memórias e informações adicionais armazenadas sem reverter para um estado anterior menos funcional.

Pensamento positivo

Fazer perguntas, especialmente se for difícil para você, dá-lhe uma melhor compreensão de quanto controle você tem sobre sua vida e suas ações. Isso pode ajudá-lo a se sentir mais em paz consigo mesmo, à medida que aprende a controlar e gerenciar suas emoções para o futuro.

5. Dá-lhe melhores respostas, sabendo como questionar as coisas

. Tentar resolver algo baseado apenas na sua percepção ou resposta funciona apenas em casos de verdade ou fato objetivo, e isso apenas se você souber desse fato, para começar. Mas, com dilemas mais subjetivos, pedir ajuda ou ideias de opiniões externas pode ser muito benéfico. Isso ocorre porque:

  • Mais perspectivas fornecem mais ideias para lidar com a situação e mais anos combinados de experiência por trás de tudo isso.
  • Seu cérebro pula automaticamente para a primeira solução em que você pensar e pode se beneficiar de outras ideias. [19659013] Outras pessoas oferecem respostas imparciais às suas situações; você pode estar muito perto de sua própria situação para encontrar uma resposta verdadeiramente racional por conta própria.

6. Faz com que você aprenda em vez de julgar

É fácil para os seres humanos caírem no mau hábito de julgar os outros em vez de buscar conhecer seus pontos de vista. Você pode quebrar esse hábito ou padrão aprendendo a fazer perguntas gentis antes mesmo de pensar em julgar alguém. Esta é uma característica claramente positiva, pois:

  • Impede que você tenha pressa
  • Dá-lhe a oportunidade de coletar todas as informações necessárias.
  • Informa se é necessária uma solução
  • Mantém-no treinado no panorama geral

7. Fazer perguntas incentiva a cooperação

Fazer perguntas é uma boa maneira de quebrar o gelo em muitas situações, mas também o força a trabalhar com outras pessoas. Isso lhe ensina lições de trabalho em equipe e / ou liderança, dependendo da função que você assume.

A colaboração vem com muito poder. Durante anos, a pesquisa indicou resultados mais positivos daqueles que trabalham em grupos cooperativos do que daqueles que trabalham sozinhos. Como tal, é mais provável que você coloque todas as suas cabeças juntas para ter sucesso do que se tentar seguir sozinho.

8. As pessoas vão gostar mais de você

Você já esteve em uma situação em que conhece alguém e essa pessoa continua falando apenas sobre si mesma? Provavelmente, você não gosta muito dessa pessoa. Por outro lado, você deve ter notado que tende a se dar mais bem com as pessoas que perguntam sobre você.

Estudos mostram que é mais provável que você cause uma impressão positiva em alguém se primeiro fizer perguntas. . Isso se deve a várias razões:

Os seres humanos respondem naturalmente aos favores percebidos subconscientemente; depois de ouvi-los, eles provavelmente vão querer ouvi-lo em troca.

  • A maioria das pessoas gosta de falar sobre si mesmas e aprecia aqueles que permitem que o façam.
  • Deixe que os outros falem sobre si mesmas primeiro. dá a oportunidade de demonstrar suas habilidades de escuta ativa, mostrando ao seu interlocutor que você é uma boa pessoa para conversar.
  • Você tem a oportunidade de fazer perguntas inesquecíveis e incomuns que deixarão uma lembrança indelével de você na mente da outra pessoa .

9. Isso o tornará um líder melhor

Há um ditado que diz que os melhores líderes são bons seguidores. É provavelmente por isso que os líderes supremos e poderosos, você sabe-tudo, são do tipo que nunca fazem perguntas a ninguém. Não seja esse tipo de pessoa!

Na verdade, uma pesquisa encontrou uma ligação entre a eficácia da liderança e a curiosidade. Aqueles que fazem mais perguntas às pessoas com quem trabalham tendem a ser vistos como líderes melhores. Ao fazer perguntas às pessoas, você está mostrando a elas que se preocupa e ao mesmo tempo coletando informações de que você, como líder, pode precisar.

10. Quando você faz perguntas, isso pode influenciar outras pessoas

Quando você faz uma pergunta a alguém, tem a capacidade de formulá-la de uma forma específica que os levará à resposta que deseja. Esta é uma tática predominante usada em métodos de persuasão.

Embora isso não seja algo que você queira fazer com amigos, família ou mesmo a maioria de seus colegas, é um truque interessante que pode fazer maravilhas com certeza situações. Aprimore sua habilidade de usá-lo a seu favor e você ficará bastante impressionado com os resultados!

11. Isso força você a repensar

Às vezes, fazer perguntas lhe dará uma resposta que você não esperava. Nessa situação, você deve repensar toda a sua perspectiva e abordagem. Pode ser bastante chocante no início, mas mantenha seu pensamento positivo!

Você tem que ver o lado positivo desse tipo de situação. Ser inconscientemente forçado a repensar suas posturas é na verdade uma coisa fantástica.

Isso pode abrir espaço para mais perguntas. Peça à pessoa que explique seu ponto de vista ou faça uma pergunta rápida e esclarecedora. Em breve, você poderá se ver no meio de uma discussão fascinante!

Notas finais

É fácil adquirir o hábito de ser um sabe-tudo, mas se refrear. O ato de fazer perguntas é lindo e cheio de possibilidades. As pessoas ao seu redor têm muitas ideias e perspectivas exclusivas para compartilhar e sabem mais sobre determinados tópicos do que você. Você realmente não tem nada a perder ao fazer essas perguntas àqueles que têm mais informações.

Não precisamos manter o tropo de nunca pedir direções, fingir conhecimento para parecer legal ou ser orgulhoso demais para solicitar conhecimento de quem o possui. É hora de colocar coragem e curiosidade em suas mãos e fazer perguntas o quanto quiser. Quem sabe que conhecimento você descobrirá dessa forma?

Comentarios

comentarios