Quando você decide perder peso, tende a acreditar que precisa mudar radicalmente tudo o que come e isso gera ansiedade. Muitas vezes você não sabe por onde começar ou quais mudanças serão mais eficazes. Se você quer perder alguns quilos para melhorar sua saúde, vá com calma e introduza as mudanças que produzem um efeito real, aos poucos. Lembre-se de que mudanças reais na dieta não ocorrem da noite para o dia.

Insistência e paciência são os segredos para perder peso

Esta lista de dicas é o seu roteiro. Leia com atenção e faça seu próprio plano. Decida quais medidas incorporar em seus hábitos a cada semana. Pode ser apenas um ou dois, não há pressa. Isso tornará mais fácil para você não desistir da tentativa. A soma de pequenas mudanças gera grandes conquistas ao longo do tempo. Algumas medidas parecerão muito simples, mas ainda assim são eficazes e somam-se para atingir seu objetivo.

  1. Cuide das apresentações. Comemos muito com os olhos. Apresentações atraentes fazem parte do deleite sensorial de comer.
  2. Beba mais água. A água é a bebida saudável por excelência. Por este motivo, é a opção mais adequada para repor o líquido que se perde diariamente.
  3. Prefere texturas duras. Alimentos e pratos com texturas consistentes forçam mais mastigação e salga e são comidos mais lentamente.
  4. Coloque os alimentos mais favoráveis ​​nos locais mais acessíveis. E aqueles que queremos evitar, na medida do possível. Ou melhor ainda: nem mesmo compre.
  5. Planeje os menus para a semana. Ajuda a ter controle sobre o que é comido, evita desleixo ou improvisações improvisadas e ajuda a não se acomodar na monotonia.
  6. Cuidado com as mordidas. Esse hábito torna difícil controlar os alimentos que você ingere. Geralmente envolve o consumo de alimentos calóricos que não são básicos e não dão trégua ao sistema digestivo. Se você não pode evitar comer entre as refeições, prepare apenas refeições saudáveis.
  7. Experimente novos alimentos e descubra sabores. Uma atitude aberta enriquece nosso mundo de experiências e ajuda a que nossa alimentação seja mais variada, fator chave para o equilíbrio nutricional.
  8. Escolha produtos sem aditivos. Às vezes, o mesmo produto pode ser encontrado com ou sem aditivos, ou em menor quantidade. É o caso dos molhos de tomate, maionese, pães de mofo …
  9. Compre depois de comer. A percepção da comida muda dependendo se você está com fome ou saciado. Isso pode modificar a compra e o consumo de alimentos.
  10. Inclua plantas aromáticas em seus pratos. Eles podem competir com a gordura e o sal para dar sabor aos alimentos.
  11. Não morra de fome. Caso contrário, aumenta a ansiedade e aumenta o risco de compulsão alimentar e abandono. Alimentos ricos em fibras, como vegetais, ajudam a encher o estômago.
  12. Não coloque seu equilíbrio nutricional em risco. Alimentos de todos os grupos básicos devem ser consumidos diariamente em quantidades adequadas e eliminação supérflua.
  13. Elabore um plano que seja o mais agradável e recompensador possível. Não se trata de sofrer à mesa, mas de atingir o objetivo almejado com o máximo de benefícios e os custos mínimos.
  14. Não passe longos períodos sem comer. A distribuição da ingestão facilita o seguimento da dieta alimentar. O mais indicado é realizar de três a cinco ingestões diárias.
  15. Analise o acompanhamento da dieta por semanas em vez de dias ou ingestões. Essa é a melhor maneira de ter uma boa perspectiva de nossas realizações. É o suficiente para perder peso 250 g por semana.
  16. Pense nisso como um processo. Muitas vezes, hábitos profundamente arraigados precisam ser mudados, e essa é uma tarefa que requer perseverança.
  17. Não faça listas de alimentos tabu. As proibições, via de regra, podem gerar tensões inúteis que levam ao abandono da dieta.
  18. Individualize a dieta tanto quanto possível. Adaptá-lo à realidade de cada um é um fator chave para atingir o objetivo desejado.
  19. Ele coloca expectativas realistas na dieta. Partir de falsas expectativas aumenta as chances de fracasso e frustração. A verdadeira recompensa é ir bem todos os dias.
  20. Pare de usar a comida como recurso para preencher outras lacunas. A vida tem muitas facetas. Tê-los em sua medida adequada e ampliar as perspectivas ajuda a manter um bom equilíbrio.

Artigo relacionado

 tumba metabólica

"Tumba metabólica", você não pode perder peso?


<! –

->

Comentarios

comentarios