O hipotireoidismo, também chamado de tireóide hipoativa, é um distúrbio que se desenvolve quando a glândula tireoide deixa de produzir hormônios da tireoide suficientes. Produto deste, o organismo apresenta uma série de alterações que comprometem a saúde . Nesta oportunidade, dizemos a você como lidar com o hipotireoidismo.

Embora em seus estágios iniciais possa ser assintomático, o descontrole que ocorre no nível hormonal freqüentemente leva a problemas como excesso de peso, dor nas articulações, infertilidade ou doença cardíaca, entre outros. Embora alguns medicamentos sejam incluídos no seu tratamento, algumas mudanças no estilo de vida também são fundamentais.


4 dicas para lidar com o hipotireoidismo

A diminuição na produção de hormônios da tireóide interfere no equilíbrio normal de as reações químicas do corpo Portanto, pacientes com hipotireoidismo tendem a ganhar peso e apresentam sintomas como fadiga prolongada, palpitações, depressão, constipação e outros

. Atualmente, o tratamento com hormônios tireoidianos sintéticos permite lidar com o hipotireoidismo de forma segura e efetivo No entanto, para complementar seus efeitos, é conveniente praticar alguns hábitos saudáveis ​​que ajudam a controlar seus sintomas. Tome nota!

Vá em frente e leia: Dieta contra o hipotiroidismo: 6 alimentos que você deve consumir


1. Aumentar o consumo de iodo

O iodo é o mineral básico que o corpo precisa para produzir hormônios da tireóide.

A deficiência de iodo é um dos fatores que afetam o desenvolvimento do hipotireoidismo . Portanto, uma das recomendações para lidar com esse distúrbio é aumentar o consumo através de fontes naturais como acelga, rabanete, algas, gema de ovo ou sementes, entre outras.

Outra opção é consumir. Sal rosa do Himalaia, que contém 85 minerais essenciais e oligoelementos. Uma pequena dose de iodo também pode ser obtida através de peixes e mariscos . No entanto, tenha em mente que, se o hipotireoidismo não é causado pela deficiência de iodo, aumentar a sua ingestão pode ser inútil.

De fato, tomar suplementos de iodo em excesso pode prejudicar ainda mais a função da glândula tireoide. , dificultando o tratamento desse desequilíbrio. Portanto, é importante avaliar, com a ajuda de um médico, se é necessário aumentar a dose desse mineral.

2. Manter uma dieta equilibrada

Além de garantir a ingestão adequada de iodo, é essencial melhorar a dieta em todos os sentidos. Isso permite assegurar a absorção adequada de nutrientes e, por sua vez, favorece as funções do metabolismo para controlar o peso corporal. Uma dieta balanceada deve conter:


  • Fontes de fibra, como grãos integrais, nozes, sementes, frutas e vegetais
  • Alimentos ricos em proteínas magras, como frango, peru, peixe, etc.
  • Água e bebidas
  • Gorduras saudáveis, como as fornecidas pelo azeite de oliva, abacate ou peixe gordo, entre outros

Por outro lado, devemos eliminar da dieta o que pode ser prejudicial a ambos. tiróide para atingir um peso saudável. Isso inclui: açúcares e farinhas refinadas, gorduras saturadas e gorduras trans soja e produtos derivados, óleos hidrogenados, etc.

Leia também: Quais são as diferenças entre hipertireoidismo e hipotireoidismo?

3. Reduza o estresse

 Quando estamos estressados, hormônios como o cortisol são liberados, o que pode afetar ainda mais o desequilíbrio hormonal. </figcaption/></figure>
<p> Estar exposto a constantes episódios de estresse pode tornar o processo mais difícil para lidar com hipotireoidismo. <strong> Este estado mental piora desequilíbrios hormonais e torna os sintomas mais graves. </strong> Devido a isso, sua falta de manejo pode levar a várias complicações. </p>
<p> Considerando o exposto, <strong> é recomendada a prática de técnicas de relaxamento </strong> como tomar banho com água quente, caminhar ao ar livre, desfrutar de uma massagem. corpo ou praticar meditação, ioga ou <em> tai chi </em>. </p>
<h3> 4. Fazer exercício físico para lidar com hipotireoidismo </h3>
<p> Exercício físico regular é indicado para lidar com o hipotireoidismo e seus efeitos na saúde. Embora não substitua a terapia hormonal, <strong> pode oferecer benefícios específicos, especialmente no peso e na saúde cardiovascular. </strong> </p>
<p> Exercícios moderados reduzem o risco de doenças cardíacas. Além disso, ajudam a controlar sintomas como depressão, ganho de peso, fadiga e dores articulares. <strong> O mais importante é adaptar a rotina à capacidade física de cada um. </strong> Assim, a prática dessas atividades deve ser feita gradualmente. </p>
<h2> Em resumo … </h2>
<p> O hipotireoidismo é um distúrbio que leva a vários fora de controle nas funções do corpo. Portanto, para evitar afetar a qualidade de vida, <strong> é importante procurar tratamento médico e melhorar o estilo de vida. </strong></p>
<p><!-- Generated by MC Customizer (Dynamic Box-Content Ads) --><br />
<!-- Queried ID: 374341 --></p>
<div class=