As pessoas podem pensar que estão obtendo nutrientes essenciais suficientes, mas a realidade é que a maioria das pessoas não come o suficiente dos alimentos certos para obter a ingestão diária recomendada de várias vitaminas e minerais.

 As deficiências nutricionais mais comuns [19659003] As consequências das deficiências de nutrientes podem incluir osteoporose, diabetes, colesterol alto, anemia e problemas renais, entre muitos outros. </p/>
<h2> Deficiências nutricionais mais comuns </h2>
<p> Embora alguns suplementos possam ajudar, é sempre melhor obter nutrientes de fontes naturais. Também é imprescindível saber quais são as nossas deficiências nutricionais, já que nem todos compartilhamos o mesmo tipo de déficit, para isso, consultar um profissional nutricionista e fazer uma rotina de exames pode nos dar uma idéia melhor do nosso. estado nutricional em geral. </p>
<h3> 1. Vitamina D</h3>
<p>La vitamina D trabaja con el calcio para mantener los huesos fuertes, pero no todo lo alto en calcio es alto en vitamina D. La exposición al sol proporciona algo de vitamina D a través de la piel, pero demasiado sol no é bom. Aumente a ingestão de vitamina D comendo peixes gordurosos, como truta ou salmão. Para obter a concentração mais alta de vitamina D, experimente óleo de fígado de bacalhau. </p>
<h3> 2. Vitamina B12 </h3>
<p> Aqueles que são vegetarianos ou veganos correm o maior risco de deficiência de vitamina B12, pois a vitamina é encontrada principalmente em produtos de origem animal. A vitamina B12 é importante na produção de sangue e nas funções nervosas e cerebrais. Se você não pode comer carne para aumentar seu nível de vitamina B12, experimente mariscos, ostras ou algas nori. Por outro lado, leite integral e ovos <br /> contêm pequenas quantidades do mineral. </p>
<h3> 3. Cálcio </h3>
<p> O cálcio não é bom apenas para a saúde dos ossos, mas também ajuda a manter os <a href=dentes fortes e os músculos, coração e nervos em ótimas condições. As deficiências de cálcio podem levar à osteoporose à medida que as pessoas envelhecem, por isso é importante consumir o mineral em quantidade suficiente na infância e na juventude e manter os níveis de cálcio. A maioria das pessoas sabe que os produtos lácteos contêm cálcio, mas os peixes com ossos, como a sardinha, são ainda mais elevados do que os laticínios em termos de conteúdo de cálcio.

4. Ferro

Mais de um quarto da população mundial não tem ferro suficiente. Este mineral é essencial para a formação de glóbulos vermelhos e transporte de oxigênio. Existem dois tipos de ferro: heme e não heme. Heme é o tipo de ferro que existe na carne.

O ferro não heme é encontrado em fontes de carne e vegetais. Nosso corpo absorve o ferro heme muito mais facilmente do que o ferro não heme. Para aumentar a ingestão de ferro, coma carne vermelha ou frutos do mar como ostras. Os vegetarianos podem recorrer ao feijão como fonte de ferro não heme e aveia instantânea fortificada.

5. Magnésio

Magnésio é um mineral que auxilia na formação de dentes e ossos e está envolvido em centenas de reações enzimáticas. Os grãos inteiros, como a aveia, são a melhor fonte desse mineral. Se você não quiser uma tigela de mingau de aveia, as amêndoas são uma boa fonte, mas você terá que comer cerca de 90 delas para igualar o magnésio em 6 onças de mingau de aveia.

6. Iodo

Cerca de 40% das pessoas em todo o mundo correm o risco de não ter iodo suficiente. O iodo é um mineral necessário para o bom funcionamento da tireoide e para a produção de seus hormônios. Esses hormônios afetam a saúde óssea, o crescimento do corpo e o desenvolvimento do cérebro. Para aumentar a quantidade de iodo no corpo, consuma laticínios, peixes ou algas marinhas secas.

7. Vitamina A

A vitamina A beneficia ossos, pele e dentes, além de produzir pigmentos para os olhos. Existem dois tipos de vitamina A: pró-vitamina A e vitamina A pré-formada. A provitamina A vem de frutas e vegetais, enquanto a pré-formada é encontrada em produtos de origem animal, como carne e laticínios. Embora as cenouras sejam excelentes fontes de vitamina A, a batata-doce é ainda melhor.

8. Potássio

O potássio ajuda a fortalecer os ossos, a saúde muscular e nervosa e a produção de energia. O espinafre cru é rico em potássio, mas você precisará comer cerca de duas xícaras para obter o benefício. Batata doce, banana e suco de laranja também contêm potássio.

9. Ácido fólico

Para mulheres grávidas, o ácido fólico é essencial. Durante o primeiro mês, você pode reduzir o risco de defeitos do tubo neural e, durante a gravidez, o ácido fólico ajuda na produção de células. As fontes naturais de ácido fólico incluem lentilhas, brócolis e massas enriquecidas, pão e cereais.


Comentarios

comentarios