Em 13 de fevereiro, a Agência Espanhola de Segurança Alimentar, AESAN, emitiu um alerta para a presença de leite não declarado adequadamente na rotulagem de rolinhos primavera congelados entre outros produtos de Cingapura. O leite é um ingrediente cuja declaração é obrigatória na rotulagem das embalagens, pois sua ingestão pode causar sérios problemas de saúde a quem sofre de alergias.

Produtos de Cingapura sob condições ilegais de consumo

De acordo com o relatório da o AESAN, é uma série de produtos da marca Spring Home de Cingapura, onde o leite não aparece como um de seus ingredientes.

Produtos relatados

  • Rolinhos primavera de 190 mm ., Recipientes de 550 gramas contendo 50 folhas.
  • Rolinhos primavera de 215 mm., Pacotes de 550 gramas contendo 40 folhas.
  • Rolinhos primavera de 150 mm, pacotes de 400 gramas contendo 50 folhas.
  • Rolos. Mola de 125 mm, recipientes de 250 gramas contendo 50 folhas.
  • Twisters de 800 gramas de camarão: Deleita, Anedilco, linha estrela Ep, Topgel Premium, Selpromar, Decasa, Davigel, Glacial Especial, Clazamar Gran Gour
  • Twisters de camarão de 1,5 kg, Ehosa.
  • Twisters de camarão marinados, Geland.
  • Mini-Twisters de camarão, prazer.
  • Mini-Twisters de camarão de 60 unidades, Anedilco.
  • Rollillos bochecha de 25 unidades, Anedilco.

Expiração e distribuição

A data de validade de todos os produtos mencionados é 3 de novembro de 2022

Estes produtos teriam chegado da Holanda e foram distribuídos em quase toda a Espanha . Principalmente nas comunidades autônomas de Múrcia, Castela e Leão, Castela La Mancha, Ilhas Baleares, Catalunha, Madri, Andaluzia, País Basco, Aragão, Galiza, Navarra, Cantábria, Extremadura, Astúrias e Comunidade Valenciana.

A denúncia apresentada pela Comunidade Valenciana teve origem em uma notificação feita pela Rede Europeia de Alerta Alimentar, RASFF. Este órgão informou que a empresa manufatureira havia detectado a omissão da presença de leite na rotulagem de alguns de seus produtos.

Alerta da Agência de Segurança Alimentar

As autoridades da Comunidade Valenciana foram eles que notificaram a Agência de Segurança Alimentar da situação, que faz parte do Ministério da Saúde, e transferiram a demanda usando o Sistema Coordenado de Intercâmbio Rápido de Informações, SCIRI.

A Agência Espanhola de A Segurança Alimentar pede a todos os consumidores alérgicos às proteínas do leite que se abstenham de consumir. Da mesma forma, indica em seu comunicado que esses produtos não representam nenhum risco para o resto dos consumidores.

Você tem algum desses produtos em casa? Se você é alérgico, deixe seu comentário e não se esqueça de descartá-lo ou entregá-lo a alguém que possa consumi-lo.

Compartilhe e alerte seus amigos e familiares!

Comentarios

comentarios