Embora a expectativa de vida tenha aumentado, as dificuldades durante o envelhecimento continuam a persistir, especialmente naqueles que perderam parte de sua independência. Portanto, é importante aprender a acompanhar a velhice da melhor maneira.

Entre as razões pelas quais uma pessoa perde sua autonomia ou a capacidade de realizar algumas tarefas, estão as doenças crônicas e degenerativas que, com o passar do tempo, acentuam-se.

No entanto, o apoio de familiares ou outros voluntários pode ser crucial para que os idosos não percam sua qualidade de vida. No entanto, é importante que todos os cuidadores possuam certo conhecimento sobre esse nobre trabalho.

Os adultos mais velhos são mais vulneráveis ​​

A Organização Mundial da Saúde define o envelhecimento como:

“A consequência do acúmulo de uma grande variedade de danos moleculares e celulares ao longo do tempo, o que leva a um declínio gradual nas habilidades físicas e mentais … ”

Alguns adultos mais velhos são considerados disfuncionais, uma vez que exige suporte para realizar Suas atividades diárias. Quando as pessoas entram nos idosos, elas também são mais vulneráveis ​​a doenças, o que significa que precisam de mais atenção médica.

De acordo com o Manual de Cuidados Gerais para idosos disfuncionais ou dependentes, preparado pelo Instituto para o atendimento de idosos no Distrito Federal, há certas atividades nas quais o idoso encontra mais dificuldade. Estas atividades são:

  • Subir e descer as escadas
  • Limpeza pessoal
  • Sair de casa
  • Vestir
  • Usar o telefone
  • Acessório para tratamento terapêutico
  • Limpar a casa
  • Cozinhando
  • Lavando roupas
  • Movendo-se para dentro da casa
  • Comendo

Como acompanhar na velhice

Dadas essas dificuldades, é normal perguntar como acompanhar na velhice, dado que muitas pessoas não se sentem preparadas e acham difícil manter uma atitude positiva em relação a isso. Algumas sugestões para acompanhar na velhice são as seguintes:

Ouça-as

Os adultos mais velhos tendem a repetir suas histórias. No entanto, é importante ouvi-los para fazê-los sentirem-se solidários.

Os idosos podem contar a mesma história muitas vezes. Já sabemos como essa história terminará, mas devemos ter em mente que eles não têm novas experiências para contar, e essa é uma das razões pelas quais eles sempre se lembram de suas maravilhosas histórias de juventude.

Outro motivo pode ser que sua memória não se mantém por muito tempo, e ele não se lembra se eles já contaram essa história e a recontam com o mesmo entusiasmo da primeira vez.

Não pare de ler: mitos sobre o mal de Alzheimer , O que são?

Faça com que se sintam úteis

Os adultos mais velhos precisam exercitar sua mente, caso contrário, eles podem sofrer um envelhecimento prematuro. Eles deveriam ter permissão para realizar suas tarefas simples, sem impor proibições. Por exemplo, eles podem não ser capazes de fazer um prato de comida, mas podem limpar as batatas para que outros cozinhem.

Um adulto mais velho pode não ser capaz de lavar, mas pode dobrar algumas roupas ou separá-las. É aconselhável atribuir-lhes tarefas simples com as quais se sintam úteis e permitir que movam suas articulações.

Junte-se a eles para visitas

Quando adultos mais velhos visitam parentes ou amigos que tiveram tempo sem ver, isso os torna sinta-se de bom humor.

Deixe-os ser cercados por suas coisas

Tanto quanto possível, eles devem poder dormir na cama e viver em casa. As mudanças nem sempre são fáceis para elas. É mais fácil para nós nos adaptarmos à sua vida, do que eles se adaptam à nossa vida, casa ou outros objetos. Estar entre suas coisas gera uma atmosfera de familiaridade na qual eles sentem que possuem seu espaço.

 Como acompanhar na velhice
Os adultos mais velhos geralmente preferem estar em seu próprio espaço. Portanto, eles devem poder morar em sua casa sempre que quiserem.

Não os repreenda quando ficarem bravos

O envelhecimento não é fácil, especialmente quando eles percebem que não podem fazer as coisas que costumavam fazer. facilmente Se algo não der certo, é normal que eles sintam raiva. É importante que os cuidadores mantenham a calma e sejam pacientes, dando-lhes tempo para se acalmarem.

Lembre-se de que não é fácil para os idosos observar como sua mente está perdendo faculdades e como seu corpo está perdendo. capacidades Isso os frustra, e a melhor coisa que o companheiro pode fazer é incentivá-los e não deixar espaço para frustrações.

Leia também: Solidão na velhice

Procure atividades que você gosta [19659029] E ajude-os a se sentirem motivados a fazê-los. Você pode ouvir música, para que programe o rádio para ligar todas as manhãs e ouça suas músicas favoritas.

Mantenha o bom humor

Diga a eles palavras doces e lembre-as do quanto você as ama. Não fique com raiva se eles falharem em fazer a lição de casa. Sorria para eles a seguir, especialmente se você os vê tristes ou cansados. Algumas pessoas mais velhas se sentem mal quando pensam que dão muito trabalho aos seus cuidadores. Deixe-os ver que não é esse o caso.

Compartilhe com eles

Lembre-se de que um dia eles não estarão lá e você sentirá falta deles. Aproveite esse momento e compartilhe momentos agradáveis, conte uma piada e anedotas. Faça com que se sintam felizes com suas visitas.

Além dessas dicas, lembre-se de comemorar seu aniversário, deixe-o soprar as velas, dê-lhes um presente com muito amor. Tire fotos com eles e diga-lhes como são lindos.

Finalmente …

A coisa mais importante que você pode ter em mente é que, se ao mesmo tempo não souber como agir, em uma determinada situação, aproveite o momento que ocupam por um segundo.

Imagine que é você quem está na terceira idade e perdeu parte de suas funções cognitivas, ou talvez se sinta doente, e pergunte-se: que tratamento você gostaria de receber?

A resposta a esta pergunta será a maneira pela qual você deve agir com aqueles seres especiais que já nos deram tudo na vida e agora apenas esperam pouco amor em troca.

O post Como acompanhar na velhice apareceu pela primeira vez em Better with Health.

Comentarios

comentarios