MADRID, 26 de junho (EUROPA PRESS) –

Um estudo realizado pelo Mount Sinai Hospital (Estados Unidos) e publicado no 'American Journal of Neuroradiology', mostrou que o Covid- 19, a doença que causa o novo coronavírus, é um fator independente para o AVC.

Ao comparar o grupo de pacientes com AVC com aqueles sem AVC, os especialistas aumentaram um número significativamente maior de pacientes com AVC. Infecção por Covid-19 no grupo de AVC após estratificação para outros fatores de risco comuns de AVC conhecidos.

A esse respeito, os pesquisadores observaram que os pacientes com Covid-19 devem ser rastreados precocemente quanto a alterações distúrbios neurológicos e que, além disso, um estudo oportuno deve ser realizado em pacientes com suspeita de AVC para reduzir a morbimortalidade.

"Est e é o primeiro grande estudo revisado por pares mostrando que a infecção pelo Covid-19 é um fator de risco para derrames agudos ", disseram os pesquisadores.

Comentarios

comentarios