GUADALAJARA, 21 de maio. (EUROPA PRESS) –

A Delegação Provincial de Saúde de Guadalajara lembrou aos cidadãos que nem todos os géis vendidos em farmácias e outras lojas são eficazes para acabar com a presença de COVID-19 em suas mãos e enfatiza sobre a necessidade de entender e lembrar a diferença entre os géis desinfetantes e os anti-sépticos.

Para encerrar a presença do vírus, é necessário o uso de géis anti-sépticos, que são os únicos que garantem essa segurança. De fato, o Ministério da Saúde, através da Agência Espanhola de Medicamentos e Produtos para Saúde, produziu uma lista de géis anti-sépticos que demonstraram ser eficazes contra o vírus.

Os géis desinfetantes têm apenas um efeito de limpeza das mãos, mas não têm eficácia viricida, informou o Conselho em uma declaração.

Portanto, é muito importante que, ao adquirir esse tipo de géis em farmácias e outros estabelecimentos, essas diferenças sejam conhecidas e o tipo de produto a ser adquirido seja solicitado. Nos dois casos, o recipiente de gel deve indicar se é de um tipo ou de outro.

A delegada da Saúde, Margarita Gascueña, pediu aos cidadãos que reivindiquem o produto que realmente querem quando vão aos estabelecimentos onde esses géis são vendidos e exigem o tipo de gel que realmente precisam, sem esquecer que os géis desinfetantes não acabam. com o vírus e o fato de ser um gel hidroalcoólico não garante eficácia contra COVID-19, se não for um produto anti-séptico.

Nesse sentido, o delegado da Saúde lembrou como é importante que os cidadãos conheçam essas diferenças, uma vez que "às vezes são usados ​​géis higienizantes, pensando que seu uso é uma garantia contra o vírus e gera uma sensação de segurança falsa e preocupante. que seu uso nos permite ter mãos limpas, mas não eliminar o COVID, o que pode ser uma fonte de infecção ".

De qualquer forma, o delegado indicou que a melhor medida de higiene contra o COVID-19 é lavar as mãos com bastante água e sabão e insiste na necessidade de manter distância social para evitar infecções.

Comentarios

comentarios