Se você deseja um suprimento de minerais e proteínas essenciais, não pode deixar de incluir o fígado bovino no padrão alimentar. Nós ensinamos como prepará-lo.

Fígado bovino: nutrição, benefícios e preparação

Última atualização: 05 de agosto de 2022

O fígado bovino é um alimento que tem vários benefícios para a saúde. Trata-se de um produto com alta densidade nutricionalpelo que pode ser incluído com relativa frequência no contexto de uma alimentação variada e equilibrada.

Antes de começar, deve-se observar que os alimentos de origem animal devem constar na diretriz diariamente. Esses produtos contêm proteínas da mais alta qualidade que valem a pena consumir. Apesar de sua má reputação por muitos anos, eles não estão associados a um risco aumentado de câncer ou patologias complexas. Claro, suas versões processadas devem sempre ser evitadas.

Receita de fígado bovino com cebola

A seguir, mostraremos como tirar o máximo proveito do fígado bovino com uma receita requintada de fígado com cebola. É um alimento com fortes características organolépticas, por isso pode não agradar a todos. No entanto, sua textura depois de cozida é muito boa.

Ingredientes

Os ingredientes que serão necessários para esta receita são os seguintes:

  • 400 gramas de fígado bovino em bife
  • 1 pitada de pimenta
  • 1 pitada de cominho
  • Uma cebola
  • Sal a gosto

Passo a passo

  1. Antes de mais nada, certifique-se de que a carne é de qualidade e que está pronta para ser preparada. É melhor tirá-lo da geladeira cerca de 30 minutos antes de iniciar o processo para que tudo corra conforme o planejado.
  2. Misture o sal, o cominho e a pimenta e tempere bem os filés de fígado.
  3. Em seguida, deixe o resultado descansar por cerca de 10 minutos. Seria até possível cortar o fígado em pedaços menores.
  4. Passou esta etapa, coloque o óleo em uma frigideira em fogo médio e frite a cebola cortada em juliana. Ele precisará assumir uma cor transparente.
  5. Adicione a carne e continue com o processo de cozimento até que esteja completamente cozida. Em qualquer caso, não deve ser passado. Caso contrário, sua textura não seria tão boa.
  6. Depois de pronto, você pode servir o fígado com cebola. Como recomendação de apresentação, recomendamos acompanhá-lo com puré de batata.

Valor nutricional do fígado bovino

O fígado bovino fornece proteínas e minerais como ferro e zinco.

100 gramas de fígado bovino fornecem pouco mais de 100 calorias, por isso pode ser incluído no contexto de uma dieta hipocalórica para perder peso. Possui 3 gramas de gordura total em seu interior, dos quais um grama corresponde a lipídios saturados.

No entanto, onde realmente se destaca é sua concentração de proteína. Uma porção de 100 gramas representa quase 20 proteínas de alto valor biológico para o organismo. Do mesmo modo, fígado bovino é uma fonte de minerais importantes. Entre eles, podemos destacar o potássio, satisfazendo 8% da quantidade diária recomendada para cada 100 gramas de alimento.

Além disso, fornece várias vitaminas do complexo B, especialmente B12. Isso é especialmente importante, pois não é encontrado em alimentos à base de plantas e seu déficit condiciona o transporte de oxigênio no sangue.

Por último, fígado bovino é excelente para ajudar a atender às necessidades diárias de ferro, um item geralmente de baixa disponibilidade. Cada 100 gramas de alimento contém 19,6 miligramas do mineral, quase triplicando a quantidade diária recomendada. É ainda fonte de zinco, elemento determinante para a saúde hormonal dos homens.



Benefícios do fígado bovino

Em primeiro lugar, as proteínas do fígado bovino serão ótimas para prevenir o desenvolvimento de alterações na funcionalidade da massa magra. Se o consumo desses elementos não for suficiente, a sarcopenia pode ser experimentada. Isso é comprovado por pesquisas publicadas na revista BioMed Research International.

Além disso, é um alimento fundamental para evitar situações de anemia, tanto pelo seu teor de ferro como pelo seu aporte de vitamina B12. Quanto ao mineral, destaque especial deve ser dado à necessidade de ser consumido com uma determinada dose de vitamina C. Assim, sua absorção intestinal é potencializada, que geralmente é bastante pobre mesmo quando se trata de uma substância de origem animal. Um estudo publicado em Anais da Academia de Ciências de Nova York o confirma.

O consumo regular de fígado bovino reduziria o risco de anemia.

Não podemos esquecer o papel do zinco na saúde hormonal e no funcionamento do sistema imunológico. Demonstrou-se que participa na diferenciação dos glóbulos brancos, o que reduz o risco de contrair infecções, especialmente infecções respiratórias.



Fígado bovino, um alimento saudável

Como você pôde verificar, O fígado bovino é um alimento considerado saudável que se caracteriza por sua alta densidade nutricional.

É excelente para prevenir situações de anemia que podem condicionar o transporte de oxigénio pelo sangue, causando cansaço e fadiga crónicos. Com a receita que lhe apresentamos, poderá tirar o máximo partido deste produto.

Você pode estar interessado…

Comentarios

comentarios