A liderança formal é baseada em um líder que foi oficialmente nomeado para ela.

O que é liderança formal?

o liderança formal É uma forma de gerenciar uma equipe na qual o responsável por ela é oficialmente designado. Ocorre em todas aquelas situações em que um indivíduo tem uma posição de poder dentro de um grupo. Por exemplo, no caso de um professor de escola ou o presidente de uma empresa.

Um líder formal pode adotar qualquer tipo de liderança para realizar seu trabalho. A única característica necessária para saber se a liderança é formal ou não, é que sua posição de poder não surgiu espontaneamente.

O oposto dessa forma de gerenciamento de equipe é a liderança informal. Isso ocorre quando uma pessoa adquire um certo poder dentro de um grupo sem realmente ter uma posição reconhecida. As equipes geralmente têm um líder formal e um informal, o que pode levar a muitos conflitos.

Características da liderança formal

– A característica definidora dos líderes formais é que seu controle sobre um grupo foi estabelecido externamente. Esses líderes fazem parte da hierarquia explícita do ambiente em que atuam.

– Muitas vezes, eles alcançam sua posição com base em seus títulos, experiências anteriores ou habilidades profissionais. Geralmente aparecem em ambientes estruturados, como é o caso de empresas, associações ou equipes de trabalho.

– Sua posição explícita de poder lhes dá controle sobre seus subordinados. Em uma empresa, por exemplo, o CEO pode demitir alguém que não se comporta como ele quer, ou um professor do ensino médio, outro exemplo desse tipo de liderança, pode expulsar um de seus alunos.

– Existe uma hierarquia explícito. Portanto, na maioria dos casos, costuma-se gerar certa distância entre o líder e seus subordinados: eles não podem se conectar demais, algo que acontece no caso da liderança natural.

Vantagens e desvantagens da liderança formal

Vantagem

A liderança formal tem certos pontos a seu favor, que a tornam mais útil em determinadas situações do que formas de liderança espontânea.

Controle sobre os subordinados

O poder dos líderes formais é imposto externamente, então eles têm a capacidade de fazer com que os membros de sua equipe sigam a direção que eles definiram para eles.

Isso pode ser uma grande vantagem em determinadas situações, onde os funcionários não conhecem muito bem um assunto no qual o gestor é especialista.

Simplicidade na hora de dirigir

Líderes formais não precisam ser muito hábeis em gerenciar equipes. Geralmente, eles só precisam ter um amplo conhecimento da área em que estão trabalhando.

A obediência de seus subordinados se dará pela hierarquia, e não pela personalidade do líder.

Mais fácil de atingir as metas

Os líderes formais normalmente têm um grau muito alto de controle sobre as atividades de seus subordinados. Devido a isso, as equipes que possuem essa figura conseguem atingir os objetivos propostos de maneira mais simples do que aquelas que não os possuem.

Desvantagens

Desmotivação

A maioria das pessoas não responde muito bem às demandas externas. Portanto, embora ter um líder formal possa ajudar os objetivos de uma equipe ou empresa, também pode fazer com que os funcionários tenham um estado de espírito muito mais negativo.

Chance de Tirania Aumentada

Embora isso nem sempre seja o caso, muitos líderes sérios se concentram demais em seu poder sobre sua equipe, esperando que os outros os obedeçam sem questionar ou questionar.

Isso pode gerar grande desconforto em um grupo de trabalho, além de todos os tipos de conflitos internos.

Falta de comunicação

Por fim, a existência de uma hierarquia explícita normalmente faz com que se crie uma distância entre o líder e os subordinados em grupos com liderança formal.

Por conta disso, podem surgir problemas que o líder não se preocupa em resolver, pois não consegue entendê-los.

Diferenças entre liderança formal e liderança natural

A forma de liderança oposta à formal é conhecida como informal ou natural. Nas situações em que ocorre, uma pessoa alcança o poder dentro de um grupo, não como consequência de uma hierarquia imposta externamente, mas por suas próprias características pessoais.

Líderes naturais tendem a ser mais carismáticos, criam uma maior conexão entre os membros da equipe e incentivam a motivação e a comunicação. No entanto, eles podem não ser tão eficazes no cumprimento de metas específicas, portanto, não são adequados para todas as situações.

É importante notar que, embora isso não seja comum, um líder formal pode ter características que o tornam também um líder natural.

Nesses casos, a equipe tem o melhor dos dois mundos: uma pessoa capaz de fazer valer os objetivos propostos, mas que entende os colaboradores e consegue se comunicar com eles de forma eficaz.

Exemplos de liderança formal

– O presidente de uma empresa ou organização.

– Um professor de escola.

– O diretor de uma faculdade, instituto ou universidade.

– O presidente de um país.

– O chefe do departamento de comunicação de uma empresa.

– O capitão designado de um time de futebol.

Referências

  1. Melhor Liderança: Formal vs. Líderes casuais. Recuperado de hardnickel.com.
  2. Uma análise comparativa da liderança formal versus informal. Recuperado de smallbusiness.chron.com.

Comentarios

comentarios