O elevador facial de acupuntura é mais uma especialidade que foi desenvolvida a partir dos princípios da medicina tradicional chinesa. Como o próprio nome sugere, pretende-se reduzir as rugas no rosto e pescoço, para torná-las mais finas e, dependendo da profundidade, até eliminá-las. Porém, com o tratamento, a saúde é tratada e não apenas a beleza.

Como funciona?

Como em qualquer sessão de acupuntura, as agulhas equilibram o movimento do chi (energia), eliminam possíveis bloqueios por toda a parte. meridianos (canais de energia) e aumentam o fluxo sanguíneo na área tratada.

É o próprio sangue que, ao fornecer mais nutrientes, melhora a aparência da pele, proporcionando maior luminosidade, umidade e suavidade.

As agulhas usadas nessas sessões são ainda mais finas e menores que as agulhas de acupuntura comuns. Em muitos casos eles são indolores. Paralelamente, o resultado é aprimorado com o uso de eletroterapia e, em alguns casos, com a ajuda de lasers.

Artigo relacionado


Origens da técnica

Esta técnica específica nasceu cerca de trinta anos atrás quando um médico chinês, especialista em paralisia facial unilateral, descobriu que a parte da face que havia sido imobilizada e que estava havia se recuperado, a pele tinha um tom melhor, mais luz e menos rugas.

Como costuma acontecer na acupuntura, a prática e a observação sutil levaram à solução sem buscá-la.

Quantas sessões devem ser realizadas?

Um tratamento completo consiste em 8 a 10 sessões. Uma vez terminado, estima-se que a pele recupere o estado que possuía de 5 a 10 anos antes. Deve-se ter em mente que, quanto melhor o estado da pele, mais longo será o resultado.

O cuidado com a pele após as sessões também é essencial: do que beber água suficiente, tome banho de sol com moderação e use um pouco de hidratante.

É recomendável fazer uma sessão de manutenção a cada 2-6 meses. Esse intervalo de tempo depende do estado inicial da pele e da idade do cliente: quanto melhor a condição, menor a necessidade de manutenção e, quanto mais velho, menor o tempo recomendado entre sessões e sessões.

Existem riscos?

O único risco que é executado é a [pontilhadapontualde de algum machucado. Por esse motivo, é conveniente que o terapeuta tenha um creme de arnica em seu consultório e também é recomendável que o cliente tenha um em casa, caso precise.

<! –

->

Comentarios

comentarios