Especialistas de todo o mundo estão tentando determinar a taxa de contágio e letalidade das novas cepas do coronavírus, e um dos aspectos que mais preocupa é a eficácia das vacinas contra as variantes que estão surgindo. Agora, os pesquisadores encontraram uma mutação "muito preocupante" da cepa britânica que eles chamaram de 'Kent'.

A mutação foi localizada na cidade de Bristol. Os estudos até o momento são preliminares, embora os pesquisadores Grupo Consultivo de Ameaças a Vírus Respiratórios Novos e Emergentes considerem que seja uma mutação "muito preocupante". Foi este mesmo órgão que alertou sobre a variante britânica original. Já foram confirmados 14 casos em Bristol, além de quatro em Manchester e três espalhados. Os especialistas acreditam que sua taxa de transmissão pode ser muito alta e que pode reduzir a eficácia das vacinas, conforme relatado em 'Sky News'.

Como é a nova mutação da cepa britânica? [19659002] O que mais preocupa os cientistas é que as vacinas não são tão eficazes contra a nova mutação. Rowland Manthorpe, um jornalista do ‘Sky News’, observa que apresenta uma forma diferente da cepa britânica original . Isso torna muito mais difícil para o sistema imunológico reconhecê-lo e começar a neutralizar o vírus, mesmo que receba 'instruções' da vacina.

Quanto à transmissibilidade, com base nos dados obtidos até o momento, tem o mesmo que a variante original. No entanto, os cientistas destacam que os dados estão "muito incompletos" porque os estudos que estão a ser realizados estão numa fase inicial. Além disso, eles se referem apenas à cepa de origem britânica l, que também se acredita reduzir ligeiramente a eficácia das vacinas.

OMS revela quando o o coronavírus surgiu e qual foi sua origem

Além da mutação de Bristol, uma "variante sob investigação" também foi registrada em Liverpool dos quais 55 foram casos detectados. [19659002] Até agora, existem quatro variantes de Covid-19 que as autoridades britânicas classificam como "concernentes": a cepa original, a mutação Bristol e as variantes do Brasil e da África do Sul.

Quantos casos existem na Espanha das novas variantes de Covid-19?

Segundo um relatório do Centro de Coordenação de Alertas de Saúde e Emergências publicado esta segunda-feira, na Espanha Lá são 470 casos confirmados da variante britânica, dois casos da Variante sul-africana e um único caso da variante brasileira.

Porém, tudo indica que esses números estão muito distantes da realidade que se vive nos hospitais de nosso país, pelo menos no que se refere à variante britânica. refere. O virologista Rafael Delgado chefe do Serviço de Microbiologia do Hospital Universitário 12 de Octubre em Madrid, garantiu aos 'Teknautas' que entre 15 e 20 por cento dos casos registados em Espanha são da estirpe britânica. [19659013]

Comentarios

comentarios