VALÈNCIA, 11 de setembro (EUROPA PRESS) –

O Ilustre Colégio Oficial de Podiatras da Comunidade Valenciana (ICOPCV) alertou que a chamada 'podobromidrose' ou o mau cheiro dos pés é uma das principais condições da doença. essas extremidades no outono, que podem ser causadas, entre outras razões, pela disseminação de fungos no verão, uso de calçados não respiráveis, abuso de álcool ou fumo e que, além disso, podem ser um sintoma de outras patologias, como alterações do sistema metabólico, das glândulas apócrinas, doenças renais ou mesmo hepáticas.

Conforme relatado pela entidade colegiada em uma declaração, com a chegada do outono e a queda gradual das temperaturas, o uso de um sapatos fechados, um tipo de sapato que pode causar maior sudorese nos pés e aparência de mau cheiro, que é uma das principais condições dos pés nessa época do ano.

"Quando o suor entra em contato com Na flora bacteriana do pé, produz em sua decomposição amônia e ácidos graxos que resultam no mau cheiro dos pés. O motivo mais comum é que eles passam muitas horas em sapatos fechados com a correspondente secreção de suor ", explicou Antonio Viana, podólogo e secretário do ICOPCV.

Como indicado, essa causa geralmente é" mais frequente "em crianças e adolescentes do que nos adultos devido à sua "alta atividade", ao uso "abusivo" de tênis "pouco respiráveis" e, às vezes, a uma higiene "mais negligenciada".

Além disso, também existem outros fatores isso pode levar a suor excessivo e mau cheiro nos pés, como infecção por fungos e pé de atleta, muito comuns após o verão.

Além disso, desde o ICOPCV, foi apontado que, porque o O suor é uma maneira de eliminar toxinas do corpo, fumar e abusar de bebidas alcoólicas "predispõe" à podobromidrose, assim como o consumo de alguns alimentos, como especiarias, cebola ou alho, porque eles quebram produzem moléculas odoríferas, causadoras de É do mau cheiro.

Além disso, desde o ICOPCV, foi alertado que o mau cheiro dos pés pode ser um sintoma de outras patologias, como alterações no funcionamento das glândulas apócrinas, doenças metabólicas, renais ou hepáticas ou certos tratamentos agentes farmacológicos como antidepressivos.

"Os tratamentos para eliminar esse problema variam de acordo com sua origem. Dessa maneira, em alguns casos, para que o mau cheiro dos pés desapareça, é necessário tratar essas patologias além dos membros inferiores ", detalhou.

Outros tratamentos podem variar desde a administração de antibacterianos ou antifúngicos, até a aplicação de Tratamentos com pó de secagem ou spray, eliminando a dieta de alguns alimentos ou deixando de fumar. "Em casos de transpiração extrema, são aplicados tratamentos físicos como iontoforese (introdução de íons de substância ativa) ou cirurgia", explicou Viana

DECÁLOGO PARA EVITAR O PÉ MAU DOS PÉS

Podólogos desenvolveram um decálogo para evitar mau cheiro, como manter uma ótima higiene dos pés, lavá-los diariamente e secá-los bem, especialmente entre os dedos; meias todos os dias (com mais frequência se seus pés suarem muito, como quando você pratica esportes); sapatos de ar depois de usá-los para impedir a proliferação de bacilos evite usar sapatos muito apertados ou feitos de materiais sintéticos ou opte por couro, lona ou malha que permita a respiração dos pés.

Também recomenda o uso de meias que repelem a umidade, como a lã ou algodão; evite meias ou meias de nylon; periodicamente remover, arejar e lavar as palmilhas dos sapatos; alterá-los pelo menos uma vez por mês; use sprays desinfetantes dentro dos sapatos para matar as bactérias que causam o mau cheiro; evite usar remédios caseiros contra o mau cheiro que circula na internet, pois além de não ter sido comprovada, sua eficácia pode agravar a condição dependendo da sua origem e procurar um podólogo para identificar a origem da patologia e aplicar o tratamento mais adequado.

Comentarios

comentarios