Você tem sintomas como dor de estômago, azia ou náusea com frequência? Isso poderia ser um sinal de uma condição crônica do estômago.

Para tratar problemas estomacais, a natureza tem uma planta muito versátil: aloe vera. Acompanhado com um pouco de mel, será o remédio ideal para eliminar os sintomas irritantes.

O aloe vera tem múltiplos usos e benefícios, desde o estético ao medicinal . Aproveite cada um deles e melhore sua qualidade de vida graças aos remédios naturais baseados nesta planta. Você sabe como age diretamente no estômago?

O que são problemas estomacais e o que os causa?

Problemas de estômago são condições ou distúrbios do sistema digestivo, estes podem ser leves ou graves. As causas são numerosas e dependem de cada condição . Os mais comuns são fibras altas no corpo, intolerância a algumas substâncias ou alimentos e maus hábitos alimentares.

Alguns sintomas que ocorrem em problemas estomacais são:

  • Diarreia
  • Vômito
  • Obstipação
  • Dor de estômago
  • Acidez.

Se algum deles estiver presente, recomenda-se que comparecer ao médico especialista para determinar a condição que você sofre e suas possíveis causas. O diagnóstico precoce pode prevenir complicações .

As condições do estômago variam da síndrome do intestino irritável ao câncer. É por isso que é importante consultar o médico assim que sentir desconforto. Leve sua saúde a sério, sem dor é normal

O que é aloe vera e quais são seus benefícios para o estômago?

Descubra: Aloe vera, cura e planta medicinal refrescante

Você provavelmente conhece aloe vera ou aloe vera como um bom remédio para uso externo para curar feridas e queimaduras. Seu poder de cura é realmente impressionante, mas também seu uso interno tem muitos benefícios para o corpo.

Aloe vera contém vitaminas A, B e C, aminoácidos e enzimas que ajudam a melhorar significativamente a saúde digestiva. Um único caule de aloe será suficiente para fazer um gel ou bebida com excelentes propriedades curativas.

Estes são alguns dos benefícios desta planta para a saúde digestiva:

  • Reduz a inflamação causada por gastrite ou duodenite. ]
  • Purga o corpo de toxinas.
  • Envolvido na assimilação de nutrientes no corpo.
  • Trata colite ulcerativa.
  • Trata feridas causadas por úlceras estomacais.
  • Regenera o pH do estômago.
  • Auxilia na produção de insulina
  • Elimina bactérias no intestino
  • Reduz os sintomas da doença de Crohn

Você sabia? O que nosso corpo nos diz quando nosso estômago dói?

Remédio de aloe vera e mel para problemas de estômago

Faça este remédio para aliviar os sintomas da condição do estômago que você sofre. Leve em conta que é contra-indicado para mulheres grávidas, portanto, evite se estiver grávida. Também não é recomendado para mulheres que estão amamentando.

Tome-o fresco para evitar que ele perca suas propriedades com o tempo ” width=”500″ height=”334″/>

.

  • 1 talo ou haste de babosa. vera
  • 2 colheres de sopa de mel (50 g)
  • 1 xícara de água (250 ml)

Preparação

  • Pegue o aloe vera e descasque-o com cuidado
  • Lave bem ou deixe de molho alguns minutos na água para ressaltar toda a descarga amarelada que geralmente é bastante amarga e cheirosa desagradável . A idéia é deixar apenas o cristal ou gel da planta .
  • Misture todos os ingredientes no liquidificador e beba a preparação .
  • A quantidade recomendada de mel é de 2 colheres de sopa. , mas isso pode ser para o gosto daqueles que preparam o remédio, porque é usado para adoçar e melhorar o sabor. Claro, você não deve exceder o consumo de mel.
  • Você pode beber este suco 3 a 5 vezes por semana, antes de cada refeição e não exceder seu consumo por mais de 7 dias seguidos. Nota: Algumas pessoas podem ter diarreia devido aos efeitos laxativos da planta. Se este for o seu caso, pare o tratamento.

Isso acontece especialmente quando você não elimina completamente a descarga amarela da planta antes de preparar o remédio. É por isso que é importante lavá-lo muito bem.

Com o consumo deste remédio natural, os sintomas de seus problemas de estômago serão significativamente aliviados. Da mesma forma, não se esqueça de manter uma boa nutrição e hidratação abundante. Se os sintomas não diminuírem, consulte o seu médico ” width=”500″ height=”334″/>

.

Comentarios

comentarios