Uma equipe de pesquisadores liderada pela Universidade da Califórnia, Irvine, juntamente com membros do Pritzker Research Consortium, desenvolveu uma abordagem para identificar biomarcadores sanguíneos que poderiam prever o risco de suicídio em pacientes com transtorno depressivo maior (MDD).

Comentarios

comentarios