Atualizado 02/10/2018 16:53:27 CET

BARCELONA, 2 (EUROPA PRESS)

O Presidente da Generalitat da Catalunha, Quim Torra, afirmou nesta segunda-feira que o movimento de independência "não será capaz de garantir qualquer tipo de estabilidade" no Congresso dos Deputados ao Presidente do Governo, Pedro Sánchez, se antes de novembro ele não formular uma proposta de referendo sobre autodeterminação.

Ele disse isso no discurso de abertura do Debate Política geral que é celebrada no parlamento catalão, onde assegurou que quem coloca em risco a política de "normalização" na Catalunha não é o movimento de independência, mas o governo permitindo que os prisioneiros soberanos permaneçam na prisão.

Ele pediu que a proposta de Sanchez gire em torno de um "referendo vinculante e reconhecido internacionalmente" para que os catalães possam decidir sobre o futuro político da Catalunha.

((HAVERÁ EXTENSÃO))

Comentarios

comentarios